Blog LANÇAMENTO: Sítio do Cedro – Tradição e Inovação

O Feito a Grão Coffee Hunting 2015 foi uma experiência sem precedentes para nós.

Antes de iniciá-la, fizemos um bom planejamento, o que tornou a expedição muito produtiva. Mas, como em toda viagem, o que a tornou mais interessante foram as surpresas que encontramos no caminho.

Uma delas foi o Sítio do Cedro.

Obtivemos a informação de que Dério Brioschi Jr. havia recebido um prêmio pelo seu café num concurso municipal de Venda Nova do Imigrante – ES em 2014 e, como a cidade estava próxima do nosso roteiro, resolvemos tentar uma visita à sua propriedade, que fica no distrito de Alto Tapera.

Primeiro, descobrimos que o Dério tem apenas 19 anos. A familia começou a produzir café na região há muitos anos. Sempre produziram ótimos cafés, devido à localização privilegiada e muito trabalho. Mas a chegada de Dério Jr. mudou alguns procedimentos, em especial no pós-colheita.

Dério começou a ajudar na lavoura do seu pai aos 13 anos de idade e nunca mais parou. Apesar do trabalho no campo, não deixou de se dedicar aos estudos e, após concluir o ensino médio, iniciou o curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos no Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), no Campus de Venda Nova do Imigrante. Hoje ele divide o tempo entre a faculdade e a produção dos cafés especiais.

Primeiro, ele nos levou para o Sítio do Cedro, que fica a uma altitude de 950 metros, tem apenas 12 Hectares e produz em torno de 100 sacas de café por ano. Fomos carinhosamente recebidos pelos seus pais, Dério Brioschi e Maria da Penha. Percorremos a lavoura, que possui as variedades Catuaí, Caturra e Iapar, e conhecemos os terreiros suspenso e de cimento. Tudo muito bem tratado e organizado. Em seguida, fomos para a faculdade onde ele estuda para  avaliar, torrar e provar alguns microlotes do seu sítio e de outras propriedades da região. Ficamos impressionados com os cafés , o nível dos orientadores e da sua dedicação ao desenvolvimento técnico.

fotos_site3

fotos_site4

Em função da qualidade do café, decidimos imediatamente fazer uma oferta pelo microlote. O que nos deixou felizes, além de poder oferecer aos nossos clientes um café tão bom, foi apoiar a união entre a experiência e a inovação tecnológica. É isto que poderá fazer com que jovens dedicados permaneçam no campo, aperfeiçoem a produção e melhorem as condições de vida de todos da região.

Hoje, é com grande orgulho que apresentamos a você o café Sítio do Cedro, que possui doçura, notas de especiarias e acidez cítrica e equilibrada de laranja madura. Fizemos uma torra média, que pretende realçar estas características, especialmente nos cafés feitos no filtro, no coador, na prensa francesa e na Aeropress. Além do sabor e aroma fantásticos,  este café vem repleto de energia positiva e esperança num futuro promissor para o nosso país, que precisa tanto disso, especialmente neste momento.

Grande abraço,

Marcelo Szporer